Aviso Agricola Dão Nº7/19

Visagricola > Boletins Agricolas > Boletins Agricolas > Aviso Agricola Dão Nº7/19

VINHA

O IPMA prevê ocorrência de precipitação a partir de meados da próxima semana.

Mildio

As chuvas previstas irão encontrar a vinha no limite da proteção conferida pelo último tratamento, podendo dar origem a novas infeções. Renove o tratamento para míldio, efetuando-o de preferência antes das chuvas previstas.

Oídio

As vinhas da região encontram-se no início da fase fenológica de botões florais separados, fase de grande sensibilidade ao oídio. As condições de humidade e temperatura são favoráveis ao desenvolvimento desta doença, pelo que deve efetuar um tratamento para oídio à medida que as vinhas forem atingindo esse estado.

Podridão negra(Black rot)

Já foram observadas manchas desta doença, apenas em folhas. De momento não se justifica tratar especificamente para podridão negra. Na escolha do produto para míldio ou oídio opte por um com efeito preventivo para podridão negra. Consulte a lista de produtos homologados para podridão negra que acompanha a presente circular.

 

MACIEIRA

Pedrado

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê precipitação a partir de 7 de maio, data em que também se prevê o aparecimento de manchas de pedrado, conforme informação remetida na Circular de Aviso nº 6. Deste modo, reforçamos a necessidade de realizar tratamento antes, mas o mais próximo possível desta data. Após o tratamento controle a quantidade de precipitação através do pluviómetro, com leituras diárias de preferência à mesma hora. Os produtos de contato são lavados caso se verifiquem valores acima de 20-25 mm. De forma a garantir a distribuição uniforme das gotas de pulverização por todos os órgãos da planta, é fundamental que o equipamento de pulverização se encontre devidamente calibrado.

 

Consulte o Boletim no Serviço Nacional de Avisos Agricolas: Aviso Agricola Nº 7

Fonte: Estação de Avisos do Dão