Aviso Agricola Dão Nº15/18

Visagricola > Boletins Agricolas > Boletins Agricolas > Aviso Agricola Dão Nº15/18

OLIVEIRA

Gafa e Olho-de-Pavão

A Gafa afeta em particular os frutos e o Olho-de-Pavão as folhas. Caso não sejam controladas, estas doenças podem conduzir a perdas significativas de azeitona e desfoliações intensas,  respetivamente. A chuva ocorrida irá desencadear contaminações e, por este motivo, deve realizar imediatamente um tratamento com um produto à base de cobre.

Mosca-da-azeitona

Verificámos um aumento de capturas de adultos nos postos de observação biológica, onde também se atingiu o Nível Económico de Ataque (8 a 12% de azeitonas com formas vivas). Considerando que as condições de humidade e temperaturas previstas não irão condicionar o desenvolvimento da praga, recomendamos a realização imediata de tratamento contra este inimigo. Consulte a lista de produtos enviada na ultima Circular de Aviso.

 

CITRINOS

Míldio ou Aguado

Os ataques de míldio podem originar elevada desfoliação e queda de frutos, o que põe em causa a produção. Os fatores de desenvolvimento desta doença são a humidade, chuvas persistentes, solos pesados e baixas temperaturas. A infeção ocorre regra geral no decurso da mudança da cor dos frutos, sendo recomendável a aplicação de um fungicida à base de cobre. Este tratamento deve ser repetido durante o outono/inverno, sobretudo após períodos de chuva prolongados. Distribua a calda por toda a copa, em particular, no terço inferior.

Mosca-da-fruta

Foram intercetados os primeiros adultos de mosca-dafruta. O numero ainda é muito reduzido, mas face às condições meteorológicas, aconselhamos vigilância do seu pomar, em particular, na mudança da cor dos frutos. Caso detete a presença da praga deve tratar de imediato com produto homologado.

 

PSILA AFRICANA DOS CITRINOS

Reforçamos o alerta relativamente a este organismo de quarentena, responsável pela transmissão da bactéria causadora da doença Citrus Greening ou Enverdecimento dos Citrinos que provoca o declínio e morte prematura das plantas. Por se encontrarem parcialmente dentro da zona demarcada, foi recomendado, na Circular anterior, tratamento dirigido a todos os citrinos localizados nas freguesias de Arcozelo das Maias e Ribeiradio do concelho de Oliveira de Frades. Face à obrigatoriedade do tratamento informamos que, caso ainda não o tenha realizado, deve tratar de imediato com ACTARA 25 WG, CONFIDOR O-TEC, EPIK SG ou DELEGATE 250 WG. Os aplicadores que não possuam cartão de aplicador devem utilizar o produto de uso não profissional POLYSEC ULTRA PRO. Na zona de vigilância que abrange os concelhos de Castro Daire, Mortágua, Oliveira de Frades, São Pedro do Sul, Tondela e Vouzela e freguesias mencionadas na Circular anterior, o tratamento não é obrigatório, mas solicitamos a colaboração de todos os proprietários de citrinos para o alerta a esta Estação de Avisos caso observem sintomas semelhantes aos ilustrados nas imagens abaixo.

 

INFORMAÇÃO

Mosca da asa manchada (Drosophila suzukii)

Na presente campanha verificaram-se fortes ataques de Drosophila suzukii estando, nesta altura, presente nos figos. Nas parcelas de pequenos frutos deve manter abertas as redes de proteção de modo a permitir a entrada de pássaros que, ao consumir o resto dos frutos, irão contribuir para a diminuição da praga. Deve também fazer cortes do coberto vegetal de modo a reduzir a humidade no interior da parcela. Aconselhamos que mantenha ativos os iscos de captura em massa, distribuídos na periferia e interior do pomar, por forma permitir um controlo continuado das populações.

 

Consulte o Boletim no Serviço Nacional de Avisos Agricolas: Ainda Não Disponível

Fonte: Estação de Avisos do Dão