Aviso Agricola Dão Nº12/18

Visagricola > Boletins Agricolas > Boletins Agricolas > Aviso Agricola Dão Nº12/18

VINHA

Míldio

Registamos um forte ataque de míldio um pouco por toda a região. A humidade noturna, forte e persistente nas folhas e cachos, favorece o aparecimento de infeções secundárias. Em vinhas onde haja manchas renove o tratamento para míldio com um produto de ação curativa que contenha cobre na sua composição. Este tratamento deve atingir bem os cachos.

Oídio

As condições de humidade dos últimos dias favorecem o ataque de oídio. Renove o tratamento, dirigindo-o aos cachos.

Podridão Cinzenta

Encontramo-nos no fecho do cacho, fase favorável à instalação de podridão cinzenta no interior do mesmo. As temperaturas e humidade registadas favorecem o desenvolvimento desta doença. Recomendamos a realização de um tratamento preventivo para podridão cinzenta.
Nota: A correta orientação da sebe, desponta e desfolha cuidadosas, favorecem o arejamento e facilitam a penetração das caldas, melhorando a proteção conferida pelas mesmas.

Cigarrinha da Flavescência Dourada

No decurso de 2017 houve um elevado número de capturas deste inseto, nas uniões de freguesias de Santar e Moreira e de Carvalhal Redondo e Aguieira. Face ao observado, recomenda-se a renovação do tratamento para a cigarrinha da flavescência dourada, apenas nas uniões de freguesias indicadas. Este tratamento deve ser renovado três semanas após a realização do tratamento recomendado na última circular de aviso. Consulte a lista de produtos autorizados que acompanhou a circular de aviso nº 11 de 2018.

MACIEIRA

Pedrado

Nos locais onde ocorreu chuva por trovoada e nos pomares onde haja manchas de pedrado deve renovar o tratamento.

 

Consulte o Boletim no Serviço Nacional de Avisos Agricolas: Ainda Não Disponível

Fonte: Estação de Avisos do Dão