Boletim/Aviso Circular 03/09 16-03-2009


MACIEIRA

Pedrado
Já foram observados ascósporos maduros de pedrado. O Instituto de Meteorologia prevê a ocorrência de precipitação a partir do dia 20 de Março. Os pomares/variedades da região já se encontram no estado fenológico C3-D (ver figura abaixo). Deve proteger de imediato o seu pomar Opte por um produto com acção preventiva antes das chuvas Em anexo segue a lista de substâncias activas homologadas para o pedrado da macieira.
Nota: Caso tenha aplicado óleo de Verão recentemente, evite aplicar as seguintes substâncias activas: captana, dodina e enxofre, podem provocar fitotoxicidade.

Aviso_3.png

Fig. 1 - Estado fenológico C3 - abrolhamento e D - aparecimento das pontas verdes


PESSEGUEIRO

Lepra do Pessegueiro
Aconselhamos a renovação do tratamento para a lepra do pessegueiro, atendendo a que as condições meteorológicas vão ser favoráveis ao desenvolvimento da doença.

VINHA

Escoriose
Em alguns dos nossos Postos de Observação as videiras já se encontram entre os estados C/D (ver imagem abaixo). Em vinhas afectadas por escoriose, recomenda-se a adopção de uma das seguintes estratégias de luta, posicionada à medida que as vinhas forem atingindo os estados fenológicos indicados:

1. Se a vinha se encontrar pouco afectada:
. Efectue uma única aplicação entre os estados fenológicos C/D recorrendo a um produto contendo azoxistrobina, azoxistrobina + folpete ou fosetil de alumínio + folpete. . Ou efectue uma única aplicação entre os estados C a E recorrendo a um produto contendo metirame + piraclostrobina.

2. Se a vinha se encontrar fortemente afectada: Efectue 2 aplicações recorrendo às substâncias activas: enxofre, azoxistrobina, azoxistrobina + folpete, folpete, mancozebe, metirame, metirame + piraclostrobina, propinebe ou fosetil de alumínio + mancozebe.
. A 1ª aplicação com 30 - 40% dos gomos no estado fenológico D.
. A 2ª aplicação com 40% dos gomos no estado fenológico E.

aviso3_2008_2.png

Fig. 2 - Estados fenológicos C a F da videira